A review of hacks, exploits and thefts in the crypto sector

A review of hacks, exploits and thefts in the crypto sector in 2020

Unlike previous years, crypto-related news in 2020 was not dominated by hacks against large exchanges or multi-million dollar Bitcoin thefts. However, there was no shortage of such incidents, and most involved the nascent decentralised finance sector.

DeFi has been a major driver of momentum in the crypto market during the 2020s, but also a magnet for fraudsters and hackers. Largely unverified smart contracts coupled with cloned code have been an ideal recipe Ethereum Code for vulnerabilities and exploits, often resulting in millions of dollars worth of digital assets being stolen.

A CipherTrace report published in November 2020 reported that, in the first half of the year, DeFi suffered 45% of all hacks and thefts, resulting in a loss of more than $50 million. According to the report, in the second half this share rose to 50% of all hacks and thefts. Speaking to Cointelegraph, CipherTrace CEO Dave Jevans warned of potential regulatory action:

„Hacks in DeFi make up more than half of all hacks in the crypto industry during 2020, a trend that is attracting the attention of regulators.“

Continuing, he added that lack of compliance with anti-money laundering measures is the biggest concern for regulators:

„The funds stolen in the biggest hack of 2020, the $280 million theft from KuCoin, were laundered using DeFi protocols.“

In addition, Jevans believes that in 2021 authorities will likely shed light on the steps DeFi protocols will need to take to avoid the consequences of non-compliance with AML, Capture the Flag and possible penalties.

Exchange hacks in 2020

The cyber-attack against KuCoin occurred in late September, when the exchange’s CEO Johnny Lyu confirmed that the breach had affected the platform’s Bitcoin, Ethereum and ERC-20 hot wallets, after private keys were disclosed.

In early October, KuCoin announced that it had identified the suspects and officially involved law enforcement in the investigation. In mid-November, the Singapore-based exchange said it had recovered 84% of the stolen crypto, and restored services for most of the assets on the platform.

2020 saw other hacks against exchanges, but KuCoin was the biggest. In February, Italian exchange Altsbit lost almost all of its funds in a $70,000 hack, and other smaller platforms suffered breaches. From the beginning of the year to October 2020, up to 75 centralised cryptocurrency exchanges shut down for various reasons, including cyber attacks.

Hacks and exploits in DeFi during 2020

With billions of dollars poured into protocols and yield farming, the emerging DeFi sector has become a hotbed for hackers. The first major breach of 2020 occurred in February on DeFi’s lending platform bZx, when two flash loan exploits resulted in the loss of nearly $1 million in user funds. A flash loan is a particular service in which crypto collateral is borrowed and repaid within the same transaction.

bZx froze operations to prevent further losses, however, generating a wave of criticism from industry commentators who called the project a centralised platform destined to be the „bane of DeFi.“

The market crash in March triggered large liquidations of collateral, especially for Maker’s MKR token, but these events do not qualify as hacks. Another incident occurred the following month, when a tokenized version of Bitcoin called imBTC suffered an attack via the so-called ‚indentation method‘ of the ERC-777 standard. The perpetrator managed to drain all the value from a pool of liquidity on the Uniswap exchange, estimated at $300,000 at the time.

In April, the Chinese lending platform dForce also saw all of its liquidity drained using the same exploit. The hacker repeatedly increased his ability to borrow other assets and disappeared with around $25 million in funds.

In June, an exploit was discovered in Bancor’s smart contracts that resulted in the theft of $460,000 in tokens. Automated market maker DeFi said it had implemented a new version of the smart contract to fix the vulnerability.

The next DeFi protocol targeted was Balancer, which lost $500,000 in Ether tokens from its liquidity pools due to a well-planned arbitrage attack. A series of flash loans and token swaps were executed to exploit a vulnerability that Balancer’s team was allegedly already aware of.

Another exploit brought bZx back into the spotlight in July, with a dubious token sale manipulated by bots that placed buy orders in the same block that marked the start of the token generation event. The perpetrators embezzled nearly half a million dollars.

How to tokenize equity today – Interview with Amazing Blocks CEO

The start-up Amazing Blocks focuses on the still young world of security tokens. While in Germany and most other European countries there are some regulatory obstacles to issuing tokenized securities, Liechtenstein is a little further ahead. Amazing Blocks CEO Sofia Balogianni revealed the advantages of the small Liechtenstein jurisdiction, how long it takes to issue tokenized shares and why digital central bank money also promotes the establishment of security tokens.

The interview first appeared in the November issue of Kryptokompass .

How did you get started with Amazing Blocks? What was your motivation?

During my studies at Frankfurt School, I helped organize the Crypto Assets Conference and therefore came into contact with a large number of blockchain founders and experts. The lecture by the law firm Nägele, in which the groundbreaking Liechtenstein Token Act was presented, was particularly inspiring. The networking that followed resulted in promising interfaces with today’s co-founders. The Amazing Blocks product was already sketched there and the first block was laid.

In a nutshell: What is your core business and what benefits do you bring your customers?

Our core business relates to tokenization and the optionally associated investor suite, which we can offer at the beginning of next year. We can help to tokenize the shares of companies according to the Liechtenstein Token Act, but also material assets such as art objects or even vintage cars. Our task is to analyze the customer’s business model and to offer appropriate solution concepts for tokens, smart contracts and technical mapping. Our strength is that we can respond individually to customer requests, as a type of token, for example equity token, debt token or ownership token, can be selected flexibly.

What are the biggest advantages compared to the traditional way without blockchain?

The advantages of our solution start with the establishment of a stock corporation. The Liechtenstein Token Act optionally enables bankless establishment without having to travel to Liechtenstein. We offer our customers a step-by-step plan for an accelerated formation of the company and its tokenization. The entire process until tokenization takes four weeks in the best of cases.

As far as our software solution is concerned, we offer a token management platform, which for the first time makes it possible to generate everything from equity tokens to debt tokens, depending on customer requirements. The topic of fundraising becomes more flexible, efficient and cost-effective through the tokenization of equity tokens. In addition, property transfers are possible 24/7 and without a notary. In general, the use of smart contracts means that traditional intermediaries can increasingly be dispensed with. As a LegalTech start-up, we support our customers during the founding process as well as with tech-based questions about tokenization and administration. Here we often work together with corresponding law firms, for example when our platform has to be adapted to certain use cases, such as the tokenization of works of art.

Análisis de precios de BTC: después de colapsar $ 2K, ¿se mantendrá la reciente recuperación de Bitcoin?

El precio de Bitcoin finalmente ha comenzado a corregirse de su repunte parabólico a nuevos máximos históricos. Durante la sesión de negociación europea de hoy, vimos la primera vela por hora cerrar por debajo del soporte del patrón de cuña ascendente bajista (líneas amarillas), alrededor de las 09:00 UTC.

Las cuñas ascendentes son patrones clásicos de reversión bajista y generalmente resultan en fuertes correcciones

La ruptura de esta mañana le indicó al resto del mercado que BTC estaba a punto de sumergirse bruscamente y, a los pocos minutos del inicio de la nueva vela, el precio de bitcoin cayó a más de $ 980. La fuerte divergencia del RSI en el gráfico de Bitcoin (línea amarilla en el RSI) también fue una fuerte indicación de que la tendencia alcista anterior se estaba debilitando y que pronto se esperaba una corrección.

Se borraron $ 47 mil millones durante el pico de la reversión, según los datos de Coinmarketcap , que tocaron fondo en $ 21,874 antes de superar los $ 23,000.

Niveles de precios a tener en cuenta a corto plazo

En el gráfico horario BTC / USD, podemos ver que el 200-EMA (rojo) proporcionó el fuerte soporte que BTC necesitaba para retroceder contra la tendencia bajista inicial. Desde entonces, los alcistas han logrado realizar una recuperación en el camino de regreso hacia la 50-EMA (azul), que ahora actúa como una resistencia intradía.

Este punto también se superpone con la resistencia máxima de un área clave de S / R (barra verde superior) que, hasta hoy, había ayudado a apuntalar el precio de Bitcoin durante la sesión de negociación de ayer. Ahora deberíamos esperar que BTC retroceda desde esta área y continúe a la baja, a menos que, por supuesto, llegue un impulso de compra significativo durante la sesión comercial asiática más tarde hoy.

Mirando a continuación, analizaremos las siguientes áreas para brindar oportunidades de recuperación para los operadores alcistas durante el resto de esta semana;

(1) $ 22,700 – 0.236 Nivel de Fibonacci y nivel clave de S / R.
(2) $ 22,300 – Zona de soporte del bloque de pedidos (segunda barra verde desde arriba).
(3) $ 21,950 – 200 línea EMA (roja).
(4) $ 21,730 – 0.382 Nivel de Fibonacci y nivel inferior de la siguiente zona de soporte del bloque de orden.

Sin embargo, si los alcistas de Bitcoin pueden volver a romper por encima de la línea 50-EMA a corto plazo, entonces el nivel de soporte de la cuña ascendente anterior y la zona roja alrededor del área de $ 24,000 serán las principales resistencias a superar.

MicroStrategy planeja elevar o investimento corporativo em bitcoin para mais de $ 1.000.000.000 de marcos

A MicroStrategy, uma das maiores empresas independentes de inteligência de negócios de capital aberto do mundo, planeja comprar mais US $ 400 milhões em Bitcoin.

A empresa afirma que planeja oferecer US $ 400 milhões em notas conversíveis seniores a compradores institucionais qualificados com o propósito expresso de investir no BTC, “enquanto se aguarda a identificação das necessidades de capital de giro e outros propósitos corporativos gerais”, de acordo com um comunicado à imprensa .

O anúncio ocorre poucos dias depois que o presidente-executivo da MicroStrategy, Michael Saylor, anunciou no Twitter que a empresa havia comprado mais de US $ 50 milhões em Bitcoins adicionais.

Disse o CEO

“A MicroStrategy comprou aproximadamente 2.574 bitcoins por $ 50,0 milhões em dinheiro de acordo com sua Política de Reserva de Tesouraria, a um preço médio de aproximadamente $ 19.427 por bitcoin. Agora temos aproximadamente 40.824 bitcoins. ”

As participações totais em Bitcoin da empresa valem atualmente cerca de US $ 782,5 milhões no momento da redação, de acordo com o Bitcoin Treasuries , o que significa que o investimento adicional de US $ 400 milhões levaria sua alocação bem acima da marca de US $ 1 bilhão.

A empresa de análise de negócios adquiriu pela primeira vez 21.454 BTC por um preço de compra de aproximadamente $ 250 milhões em agosto e, em seguida, seguiu esse investimento com outra compra de $ 175 milhões de BTC no mês seguinte.

Bitcoin agora representa a principal participação da estratégia de reservas de tesouraria da MicroStrategy

O valor das ações da MicroStrategy quase triplicou desde sua decisão de adotar o Bitcoin como ativo de reserva.

Mudei de idéia‘ no Bitcoin – $631B Asset Manager inverte a posição do King Crypto

Um estrategista de mercado de ponta, gerente de ativos e crítico de longo prazo da Bitcoin e da moeda criptográfica, Inigo Fraser-Jenkins, diz que mudou de idéia sobre o status da Bitcoin como ativo. Em uma nota aos investidores em 30 de novembro de 2020, o co-diretor de estratégia de portfólio da Bernstein Research, uma empresa global de gestão de ativos com US$ 631 bilhões em ativos sob gestão, disse que agora considera a Bitcoin como um ativo que os investidores devem ter em seu portfólio.

„Eu mudei de idéia sobre o papel da Bitcoin na alocação de ativos“, disse Inigo Fraser-Jenkins na nota de segunda-feira aos clientes, relatando Business Insider.

Fraser-Jenkins tem sido um forte crítico da Bitcoin. Ele declarou em 2018 que não era um ativo confiável e que era impossível investir nele“. Sua posição poderia ter sido exacerbada pelo crash sangrento que o ativo sofreu em 2018, após o preço mais alto de todos os tempos de 2017. Os tempos, no entanto, mudaram e assim como sua perspectiva da moeda criptográfica de cima.

Fraser-Jenkins diz agora que a pandemia do coronavírus afetou a maneira como o mundo é administrado, incluindo a formulação de políticas, a dívida e as opções disponíveis aos investidores para diversificação. Como resultado, Bitcoin surgiu como uma opção de investimento atraente, que poderia ser significativa sob as circunstâncias atuais.

Ele, entretanto, expressou a preocupação de que a indústria da criptocracia poderia ser frustrada pelo governo se ele a percebesse como um obstáculo para a implementação de suas políticas econômicas, acrescentando também que a criptocracia ainda é muito pequena para causar tal ação e pode continuar a prosperar enquanto permanecer legal.

Fraser-Jenkins disse,

„O papel maior que os governos provavelmente desempenharão nas economias torna as criptos potencialmente mais atraentes. Essas mesmas forças também podem dificultar a criptografia. Se elas se meterem no caminho da implementação de políticas, então os governos podem tentar constrangê-las. As atrações das criptos são o que também as torna potencialmente um incômodo para os formuladores de políticas. As criptos têm um lugar na alocação de ativos … desde que sejam legais“.

As organizações empresariais entraram significativamente na indústria de criptografia em 2020, com empresas como a Square comprando mais. Como está agora, há mais de meio milhão de Bitcoin nos balanços das empresas. O principal gerente de ativos digitais Grayscale, que ajuda investidores corporativos a adquirir e gerenciar moedas criptográficas, também registrou um alto influxo de investimentos recentemente.

Segundo Fraser-Jenkins, isto se deve à reduzida volatilidade da Bitcoin ao longo dos anos, um dos fatores que, segundo ele, pode ter atraído investidores corporativos para o espaço. Ele agora recomenda que os investidores mantenham alguma quantidade de Bitcoin em sua carteira por um longo prazo.

Joe Bidens valg af finansminister er ikke en fan af Bitcoin

Den valgte amerikanske præsident Joe Bidens valg af finansminister er ikke en Bitcoin-troende.

Biden vælger den tidligere Federal Reserve-formand Janet Yellen som sin finansminister. Yellen er en kendt Bitcoin-skeptiker, der har beskrevet den førende kryptokurrency som et yderst spekulativt aktiv.

Under Montreal Fintech Forum i oktober 2018 sagde hun, at mange af BTC’s transaktioner er relateret til kriminelle aktiviteter såsom finansiering af terrorisme og hvidvaskning af penge. Siden den tid har flere forskningsrapporter, herunder en fra forsvars- og rumfartsselskabet BAE Systems, fundet, at brugen af ​​kryptokurver til hvidvaskning af penge er ringe sammenlignet med kontanter.

Yellen sagde også, at hun ikke tror, ​​at Bitcoin kan gemme velstand eller blive et levedygtigt betalingssystem.

”Det bruges ikke til mange transaktioner. Det er ikke en stabil værdikilde, og det er heller ikke et effektivt middel til behandling af betalinger. Det er meget langsomt med at håndtere betalinger. “

Raz Suprovici, grundlæggeren af ​​Bitcoin gaveplatform Biterica, sendte Yellen $ 20 BTC i værdi i et forsøg på at ændre sit perspektiv på flagskibskryptovaluta.

Yellen blev også en del af en legendarisk crypto-meme i 2017, da en uidentificeret mand holdt et „Buy Bitcoin“ -tegn op under hendes vidnesbyrd for House Financial Services Committee.

Manden, der blev kendt som „Bitcoin Sign Guy“, modtog 7 BTC til en værdi af 128.800 dollars fra kryptosamfundet, efter at hans fotobombningsperiode blev viral.

Chainlink awards grants for blockchain-based microinsurance in Kenya

Kenyan farmers who will be excessively affected by climate change will receive insurance coverage through blockchain technology.

The Chainlink Community Grant Program, i.e. the funding program of the Chainlink crypto project, has announced that it will be awarding funding to the joint insurance project of the blockchain protocol Etherisc and the microinsurer ACRE Africa.

According to the corresponding announcement by Profit Revolution, a blockchain-based insurance platform is to be developed as part of the funded project, which will provide inexpensive insurance for almost 250,000 smallholders in Kenya. A large proportion of these farmers will probably be severely affected by the consequences of climate change in the next three years.

The planned platform is to offer insurance that can be claimed in the local currency with monthly contributions of just 50 cents

The Chainlink grant will be used to fund various aspects of the project. So the development of smart contracts and an easy-to-use user interface should be achieved with them, and integration into regional payment systems should also be created through them. In addition, the money can also be used for many other technical challenges.

In addition, part of the money is to flow into the financing of studies that examine the profitability of insurance payments for grain cultivation in African countries.

The aim is to find sustainable models that are worthwhile for both the insurer and the farmers

“We are pleased to be able to continue our work with the farmers in East Africa with the support of the Chainlink Community. The funds help us to expand and implement our low-cost insurance for farmers in cooperation with Etherisc, ”explains ACRE Africa CEO George Kura.

The project is part of a larger blockchain usage trend in Africa. At the beginning of the year, for example, the company Telokanda announced a blockchain project that would make the weather in West Africa traceable.

Revisão da Coinbase: Um Grande Ponto de Salto para Iniciantes em Bitcoin

A maior troca criptográfica do mundo é ótima para iniciantes, com um simples UX e segurança de alto nível, mas tem um custo.

Em resumo

  • A Coinbase é uma das maiores e mais conhecidas bolsas de moedas digitais do mundo.
  • É uma rampa acessível aos recém-chegados ao espaço de moedas criptográficas, mas suas taxas são mais altas do que as de câmbios rivais.
  • Ela oferece uma série de serviços adicionais, incluindo a aplicação Coinbase Wallet, Coinbase Pro e Coinbase Card.

O que é Coinbase?

O Coinbase é uma das maiores e mais conhecidas bolsas de moedas digitais do mundo. É amplamente considerado como um dos mais acessíveis também, pois permite aos usuários a compra de criptografia usando moedas fiat.

Fundada em São Francisco em 2012, a Coinbase tem atualmente mais de US$ 20 bilhões em ativos com mais de US$ 50 bilhões em criptografia negociados até o momento. Além de sua troca regular, a empresa também tem uma plataforma comercial profissional chamada Coinbase Pro (anteriormente conhecida como GDAX).

Design e UX

O aspecto e a sensação de uma troca criptográfica pode parecer estranho para se concentrar, mas trocas com interfaces complicadas ou complicadas podem ser assustadoras o suficiente para que você realmente se sinta nervoso por cometer erros caros.

Felizmente, Coinbase tem uma interface incrivelmente limpa e fácil de usar, livre de desordem e de uma brisa para navegar. Seu painel de controle mostra todas as informações-chave que você provavelmente precisará num piscar de olhos, tais como seu acervo de carteira, gráficos de preços e atividades recentes, com fácil acesso às características de negociação, ferramentas e configurações de conta ao lado.

Em geral, a interface da Coinbase é uma das principais razões, além do suporte de compra fiat que a torna uma escolha sólida para os recém-chegados ao mercado de criptografia.

Começando

Dar o pontapé inicial com a Coinbase é uma experiência simples. Naturalmente, você começará inscrevendo-se com seu nome e endereço de e-mail, ao mesmo tempo em que estabelece uma senha também. Após verificar seu endereço, você precisará fornecer seu número de telefone para receber um código de verificação, que você então terá que digitar para prosseguir.

Estes códigos de verificação podem então ser enviados para o mesmo número no futuro, para logins mais seguros.

O próximo passo pode parecer assustador para os recém-chegados, pois envolve provar sua identificação através do fornecimento de identificação estatal. Nos EUA, isso significa que você terá que compartilhar seu número de previdência social.

Este é um processo normal, que é como abrir qualquer conta bancária ou de investimento. Uma vez tudo isso feito, parabéns – você é o proprietário de sua própria conta Coinbase.

Facilidade de uso

O próximo passo é adicionar suas informações de conta bancária, crédito ou cartão de débito para permitir que você faça depósitos e saques, para negociação e/ou investimento. Mais uma vez, este processo é muito fácil e intuitivo, e não deve apresentar problemas.

Você pode adicionar sua conta bancária abrindo sua página ‚Métodos de pagamento‘ e selecionando ‚Ligar uma nova conta‘, e escolhendo ‚Conta bancária‘. Selecione seu banco, preencha suas credenciais de login e boom – sua conta bancária está agora vinculada à Coinbase.

Adicionar um cartão de débito é igualmente fácil. Basta selecionar para adicionar um cartão de débito, preencher as informações e você está pronto para ir. Note que os cartões de crédito não são mais suportados.

Uma vez classificado na frente da conta bancária/cartão, você pode ir para a seção ‚Comprar‘, procurar o criptograma que você gostaria de comprar, selecionar o método de pagamento de sua preferência, confirmar os detalhes e clicar em ‚Comprar agora‘.

Cada compra incorre em uma taxa de transação (descrita em detalhes aqui), que pode ser mais alta do que outras trocas. Se você comprou $100 de Bitcoin, por exemplo, sua taxa no youtube é de $2,99. Dada a facilidade de uso e configuração da Coinbase, isto pode ser visto como um custo aceitável por iniciantes que ainda não ampliaram sua experiência comercial.

Vender é igualmente fácil. Basta selecionar o botão ‚Trade‘, pressionar ‚Sell‘, escolher o criptograma que você quer vender e vendê-lo para sua carteira de USD. Selecione a carteira, escolha ‚Withdraw‘ e você pode retirar os fundos para sua conta também.

A Coinbase é segura?

A segurança nunca é 100% garantida, mas conforme as trocas criptográficas, o Coinbase é uma das opções mais seguras por aí. É a maior bolsa e corretora de Bitcoin do mundo e é apoiada por investidores de confiança. O fato de estar localizada em São Francisco (um local altamente regulamentado) é outro bônus bem-vindo.

Até hoje, a empresa nunca experimentou um hack, o que é um recorde impressionante para dizer o mínimo. Parte deste robusto registro de segurança deve-se ao fato de que 98% dos fundos dos clientes são armazenados offline em câmaras frigoríficas (vulgo desconectadas da Internet), protegendo-os de ladrões on-line nefastos. Além disso, as unidades e os backups em papel são distribuídos geograficamente em cofres e cofres em todo o mundo.

Tendo dito tudo isso, vale a pena notar que o dinheiro retido nas carteiras da Coinbase tem um seguro FDIC de até US$ 250.000. Crypto, no entanto, não tem seguro, portanto, a menos que você planeje negociar no dia, você deve sempre armazenar suas moedas em uma carteira apropriada após a compra.

A Coinbase é boa para a privacidade?

Embora altamente elogiado na frente da segurança, o histórico de privacidade da Coinbase é menos impressionante para aquelas pessoas que desejam abraçar o aspecto anônimo do criptograma.

Não faltam relatórios que afirmam que Coinbase rastreia como seus usuários gastam Bitcoin, e a aquisição do Neutrino-uma cadeia de rastreamento de bloqueio de inicialização – pouco fez para mudar a mente dos defensores da privacidade.

Neutrino é uma empresa que se concentra na análise das cadeias de bloqueio com o objetivo de revelar a identidade dos proprietários dos endereços. Juntamente com as notícias de que a Coinbase quer vender seu software de análise de cadeias de bloqueio para a DEA e o IRS, é claro para ver porque os alarmes de privacidade estão (muito alto) tocando.

Carteira Coinbase

Coinbase Wallet é uma carteira independente de moedas criptográficas para iOS e Android que qualquer pessoa pode baixar, independentemente de ter ou não uma conta de câmbio Coinbase.

É uma alternativa a outros aplicativos de carteira móvel que permitem armazenar criptografia, e a chave privada para seus fundos é mantida no próprio smartphone, colocando você completamente no controle de seus fundos (ao contrário de armazenar moedas em uma troca).

Assim como na troca, a carteira Coinbase é fácil e clara de usar, permitindo que você armazene, envie e receba fichas como Bitcoin, Ether, Ripple, ERC20 e mais, com a capacidade de fazer backup de suas chaves privadas para a nuvem se você acidentalmente perder sua frase de recuperação. Se por acaso você tiver uma conta Coinbase então você tem a opção de vinculá-la à sua carteira para acessar seus fundos lá também.

Coinbase Pro

Coinbase Pro é a bolsa alternativa da Coinbase destinada a usuários mais experientes com mais opções comerciais. Apesar de ser uma troca separada, os usuários ainda podem transferir fundos entre suas contas regulares e Pro Coinbase.

Além disso, o Coinbase Pro realmente oferece taxas mais baixas do que a troca regular do Coinbase enquanto oferece mais opções, embora ao custo de uma interface mais intimidadora.

Embora Coinbase seja de natureza simplista, Coinbase Pro tem mais mecânica ao comprar e vender, permitindo que você escolha seus próprios preços de mercado. Isto permite, por exemplo, definir um preço de compra que é mais baixo do que o Coinbase mais alto e mais alinhado com o resto do mercado, com taxas mais baixas para iniciar.

Se você realmente quiser vender sem gastar um pouco de tempo montando suas ordens de compra e venda desta maneira, você pode sempre optar por vender ao preço de mercado, embora isso ofereça a mesma experiência que a troca regular de Coinbase.

Resumindo, uma longa história? Você terá um negócio melhor usando o Coinbase Pro. Não se deixe intimidar pela interface e gráficos extravagantes que – embora intimidantes no início – não têm um grande papel a desempenhar durante transações simples e imediatas.

Cartão Coinbase

Coinbase também oferece ao Reino Unido e a alguns residentes europeus a possibilidade de assinar o Coinbase Card, um cartão de débito Visa que está vinculado à sua conta Coinbase. O cartão permite que você gaste qualquer moeda criptográfica armazenada em sua conta Coinbase, convertendo automaticamente a moeda criptográfica em moeda fiat no momento do pagamento.

Atualmente, você pode usar o cartão para comprar coisas na loja e on-line usando qualquer uma das moedas criptográficas armazenadas em sua carteira Coinbase, com pagamentos sem contato e suporte ao Google Pay (embora não Apple Pay) para inicialização. Com a opção de ganhar de volta 4% em XLM ou 1% de volta em BTC.

No entanto, graças a suas altas taxas, dizemos que este cartão é mais uma novidade por enquanto, e deve ser tratado como uma forma simples de mostrar às pessoas o potencial de adoção de criptografia mais ampla. Os residentes dos EUA podem se inscrever em uma lista de espera do Coinbase Card, sendo que os primeiros clientes deverão ser aprovados neste inverno.

Veredicto

A Coinbase é a maior troca criptográfica do mundo por uma razão. Ela oferece um ponto de entrada muito simples no mundo do comércio de criptografia, reforçada por uma interface simples e um processo de inscrição, para não mencionar um incrível histórico de segurança.

O preço por esta conveniência, entretanto, é uma área cinza em torno de suas práticas de privacidade, para não mencionar algumas das taxas de transação mais altas em torno.

Para nós, a Coinbase continua sendo uma troca sólida que recomendaríamos aos primeiros tempos de criptografia que procuram mergulhar seus dedos dos pés na compra, retenção e venda. Uma vez que você tenha adquirido alguma experiência, no entanto, vale a pena explorar algumas das outras opções existentes, tais como Gemini, Kraken e Binance.

Bitcoin Whale: US Government seizes USD 1,000,000,000 of BTC from SilkRoad

A few days ago, a Bitcoin Whale Alarm of the very large variety made the rounds.

Nearly 70,000 BTC with a value of slightly more than 1 billion US dollars were moved from the fourth largest Bitcoin Wallet. This was the first transaction since April 2015. Now it was revealed who was actually behind the transaction and what the background was.
Bitcoin Whale: U.S. Justice Department

Last Thursday, the world-renowned portal Bloomberg reported on the seizure of a gigantic amount of Bitcoin by the US Department of Justice. According to it the enormous sum of 1.000.000.000 USD was seized, which came from the activities of the meanwhile closed Darknet market called Silk Road.

The US Department of Justice said

The amount seized is by far the largest amount of crypto-currency ever seized in the history of the Department.

According to the investigators, there was a cooperation with Chainalysis, a company known in the cryptospace industry. The goal of the collaboration was to identify Bitcoin transactions that were directly related to Silk Road. Obviously, this cooperation was successful and 54 transactions were discovered, which were generated by an illegal activity.
0.33% of all available BTC in the hands of the ministry

The Ministry of Justice said

The money flow was traced to a Bitcoin address. Further investigation of this address by the U.S. Attorney’s Office and other investigators revealed that the funds were linked to Silk Road. Subsequently, on November 3, 2020, law enforcement authorities confiscated several thousand Bitcoin, which had a value of over $1 billion on November 4.

In addition to this enormous amount of Bitcoin, stocks of Bitcoin Cash, Bitcoin Gold and Bitcoin SV were also confiscated. And so the U.S. Attorney David Anderson ended the statements:

The successful arrest of the Silk Road founder in 2015 left the question open where the money went. Now we have the answer. 1 billion dollars, which were gained by criminal activities, are now in the hands of the USA.

So the mystery of the mighty Bitcoin Whale is solved. But it is also interesting to note that the US government is increasingly becoming the BTC Whale. With a now seized quantity of nearly 70,000 BTC the US Department of Justice alone holds 0.33% of the available supply of Bitcoin.

Market Watch: Bitcoin zurück bei 15.000 USD, als Crypto Markets nach Bidens Sieg 30 Milliarden USD verlor

Der offizielle Sieg von Joe Biden hat den Kryptomarkt nach Süden getrieben. Trotz einer guten Erholung tankte Bitcoin Trader unter 15.000 USD, während die Altcoins rot vergraben wurden.

Die offizielle Wahl von Joe Biden zum 46. US-Präsidenten führte zu einem scharfen Sturzflug für Bitcoin und den Rest des Kryptowährungsmarktes. Während BTC am Tiefststand am Samstag auf ein Tief von 14.350 USD fiel, verlor die Gesamtmarktkapitalisierung gestern an einem Punkt fast 30 Mrd. USD.

Bidens Wahl hat BTC nach unten getrieben?

Die vergangene Woche war für Bitcoin ziemlich beeindruckend. Die primäre Kryptowährung trat am 3. November mit rund 13.300 US-Dollar in den Wahltag ein. Die darauf folgende Unsicherheit brachte den Vermögenswert auf ein neues Jahreshoch von fast 16.000 USD. Dies war auch das höchste Preisniveau, das BTC seit Januar 2018 registriert hatte.

Nach seinem Höhepunkt ging Bitcoin leicht zurück, handelte aber weiterhin über der Marke von 15.000 USD. Die Situation änderte sich jedoch gestern, nachdem die offizielle Ankündigung bekannt wurde, dass der frühere Vizepräsident Joe Biden den amtierenden US-Präsidenten Donald Trump geschlagen hat und im Januar 2021 sein Amt antreten wird.

Wie CryptoPotato berichtete , reagierte BTC mit einem kräftigen Preisverfall, was zu einem Intraday-Tief von 14.350 USD (bei Bitstamp) führte. Ein klassisches Ereignis „Kaufen Sie das Gerücht, verkaufen Sie die Nachrichten“.

Bitcoin hat seitdem die meisten seiner Verluste wieder aufgeholt und flirtet derzeit mit dem Niveau von 15.000 USD. Trotzdem ist dies auf 24-Stunden-Skala immer noch ein Rückgang von 3%.

Nur einen Tag nach der Darstellung beeindruckender zweistelliger und sogar dreistelliger Preispumpen sind die meisten Altcoins gegenüber ihrem USD-Wert gesunken

Gestern hat Ethereum seinen neuen Höchststand seit Anfang September bei 470 USD erreicht. In den folgenden Stunden stürzte die ETH auf 425 Dollar. Obwohl es wieder auf 440 USD gestiegen ist, ist die ETH immer noch um fast 5% gesunken.

Der Rückgang von Ripple ist auf einer 24-Stunden-Skala ähnlich, und XRP bemüht sich, über 0,25 USD zu bleiben.

Bitcoin Cash (-5%), Binance Coin (-4%), Chainlink (-8,5%), Polkadot (-8,5%), Cardano (-8%) und Litecoin (-7%) schreiben rote Zahlen .

Wie erwartet zeigten die Altcoins mit niedrigerer Obergrenze eine noch höhere Volatilität. Energy Web Token ist um 12% gefallen, ABBC Coin (-11%), Solana (-10,5%), Compound (-10%), Algorand (-10%) und Ren (-10%) haben alle doppelt verloren. Ziffernprozentsätze.

Insgesamt hat sich die kumulierte Marktkapitalisierung aller Kryptowährungsaktiva von 450 Mrd. USD auf 433 Mrd. USD erhöht. Darüber hinaus wurden vor wenigen Stunden 423 Milliarden US-Dollar ausgewiesen.